Todas as histórias

"Calma! Eu me lembro!" Aplicativo de Demência

BROOKE TAMBLE
Estudante de enfermagem na Universidade de Enfermagem de Washington
Vencedor
2020
, 
EUA

A minha sogra, que vive com demência e doença de Parkinson, sempre murmura, "Eu esqueci". Mas e se pacientes que vivem com demência pudessem ter um aplicativo de software que abordasse a perda de memória, o isolamento da família e amigos durante a pandemia de COVID-19, junto com a necessidade de estimulação mental? E se esse app também incluísse todo o cuidado médico atual, autocuidado, cuidadores e programação diária? O aplicativo também conteria alguns momentos da vida do paciente antes da perda de memória. 

Minha ideia é: "Calma! Eu me lembro!" - um aplicativo de três partes para tablets. 

Primeira parte: compilação das informações do paciente, incluindo horários agendados, autocuidado, medicação e alergias. 

Segunda parte: descritivo das cuidadoras, médicos, família/amigos, história pessoal do paciente através de fotos e vídeos. 

Terceira parte: jogos correspondentes do conteúdo da segunda parte. A família e amigos poderiam fazer o upload de fotos, histórias e vídeos para serem postados e catalogados na segunda parte. 

Quando um paciente diagnosticado com demência faz uma pergunta, o cuidador conversa com o paciente pelo aplicativo e o responde. O objetivo geral é incentivar o envolvimento do paciente e, ao mesmo tempo, reduzir a fadiga do cuidador. Durante a pandemia de COVID-19, o aplicativo ajudaria a trazer familiares e amigos, virtualmente, para o mundo do paciente, mantendo assim todos seguros. O paciente pode jogar jogos de correspondência que refletem sua vida atual, mas também reviver memórias passadas. A família pode enviar histórias engraçadas, fotos dos netos ou antigos animais de estimação e o paciente pode combinar essas fotos com nomes para estimular a atividade cerebral e reduzir o isolamento do COVID-19.